Minhas ideias de herança pro mundo

#52semanascomplanner – Quantos planners ter? (#3)

Já começo esta postagem dizendo que não tenho resposta para essa pergunta, infelizmente. A quantidade de planners que você deve ou não usar, apenas você vai saber. Mas eu trago neste post alguns pontos de reflexão pra que você decida.

Eu particularmente, uso mais de um planner, e pra mim funciona, na maior parte das vezes. Mas confesso que também dá uma ansiedade. Antes de entrar em alguns pontos específicos, gostaria de listar 3 prós e contras de se ter mais de um planner:

Pros

  • Se você tem muitos aspectos da vida que precisa planejar, um planner só pode ser pouco espaço.
  • Num espaço único, você pode se confundir entre tarefas de muitos contextos diferentes.
  • Cada coisa no seu lugar pode diminuir a sensação de ansiedade.

Contras

  • Muitos planners pode significar muito peso pra carregar.
  • Sua produtividade pode ficar prejudicada se você precisar de uma informação que não está com você no momento.
  • Com muitos planners o microgerenciamento pode ser um problema, e você pode acabar deixando algum aspecto da sua vida meio de lado.

Depois de tantas tentativas e erros (e ainda tentando até hoje!), vi que um planner só pra mim não funciona. Trago pra você 3 pontos que são muito importantes pra você tomar a sua decisão, que também foram parte do meu aprendizado.

Como é a sua rotina?

Ter mais de um planner significa que você terá que revisar todos eles, ou pelo menos a maioria, pelo menos uma vez ao dia. Se você não consegue separar muito tempo pra isso, talvez seja interessante concentrar tudo num espaço só.

Eu costumo dividir meu dia em blocos: a “hora” do trabalho, do estudo, da criatividade, de revisar as finanças, e por aí vai. Dessa maneira não pesa pra mim fazer pequenas revisões de acordo com o bloco ao qual vou dedicar tempo naquele momento.

Como você se desloca?

Muitos planners podem ser um problema se carregar peso for um problema pra você. Como eu ando de ônibus, evito excesso, mas ainda assim acabo carregando uma bolsa bem pesada (a única que achei que aguenta meu tranco é essa da Imaginarium).

Se você anda de carro principalmente, talvez isso nem seja um problema. Uma coisa que eu fui descobrindo com o tempo foi quais planners eu realmente preciso levar comigo, e quais posso deixar em casa. Meu planner de finanças por exemplo é um trambolho, e só sai de casa em caso de necessidade extrema.

Como é o seu espaço de trabalho?

Ter todos os planners à vista é essencial pra que eu consiga não esquecer de revisar algum deles. Organizei os meus em suportes para livros em cima da minha mesa, então todos ficam à minha vista.

Outro ponto é ter o hábito de dar um bizu no espaço pra ver se não tá esquecendo de dar atenção a algo. Eu tenho mania de “15 minutos para”, e aplico isso ao meu espaço de trabalho. Pode ser pra destralhar, organizar ou simplesmente ver se não tô deixando algo de lado.

Pra terminar, queria indicar um freebie da @papperland com uma reflexão bem bacana pra te ajudar a achar o planner ideal pra você.

Quantos planners você usa? Comenta aqui! :)